• Anderson Correia

Como o varejo pode ser beneficiado do uso de Inteligência Artificial?

O que vem a sua mente quando você ouve sobre Inteligência Artificial (IA)?


Uma revolução das máquinas para dominar o mundo? Humanoides caçando pessoas que podem atrapalhar seus planos? Que tipo de plano uma máquina poderia ter? Quantos filmes já não assistimos sobre isso, não é mesmo.


Por enquanto, podemos ficar tranquilos quanto a isso e melhor, podemos e devemos usar a Inteligência Artificial para nos ajudar a resolver diversos problemas do nosso dia a dia.


Primeiramente, não há uma uma definição exata de IA. Vamos abordar alguns aspectos da rotina do varejo e direcionar a conversa sobre essa perspectiva. Vamos lá.


Você tem o registro de todas as vendas da sua loja, logo, deve ser capaz de analisar o que aconteceu com suas vendas por produto, grupo, categoria, departamento, etc, ao longo do tempo e extrair alguns padrões destes dados, de modo, que o(a) ajude a tomar decisão sobre o que você deve fazer no futuro para melhorar seu desempenho, seja qual for o direcionamento, vendas, margem, preço, compras, perdas, etc.


Nesse contexto, você pode ter respostas para perguntas do tipo, o que aconteceu? e por que determinado evento aconteceu? Esse é o processo tradicional de inteligência de negócio, trabalhar com análises descritivas e diagnósticas para suportar decisões.


Ter condições de responder a tais perguntas é fundamental para qualquer negócio.


Agora, imagine que você possa saber o que vai acontecer. Qual o valor que isso teria no seu negócio? Já parou para pensar a respeito? Imagino que sim, afinal, é da natureza do homem, desde sempre, tentar adivinhar o futuro.


Imaginou?!? E se além de souber o que vai acontecer, você fosse capaz de responder "o que deve ser feito?". Qual o valor disso?

A imagem ao lado mostra diferente tipos de análises, cada qual com sua especificidade e quando combinadas, formam a ciência de dados.


Nesse estágio aplicamos um conjunto de técnicas e tecnologias para reproduzir um comportamento inteligente, Inteligência Artificial (IA).


Aqui relaciono alguns subcampos de estudo da IA, todos com atualizações e desenvolvimentos constantes:

  • Machine Learning

  • Rede neural artificial

  • Deep Learning

  • Computação cognitiva

  • Processamento de linguagem natural

  • Visão computacional

Vejamos a seguir em quais situações a aplicação da IA pode ser benéfica para o varejo:

  • Previsão de vendas

  • Previsão de ruptura

  • Detecção de fraude

  • Segmentação de clientes

  • Sistema de recomendação

  • Gestão e otimização de portfólio

  • Otimização de preços - (Veja um exemplo didático dessa aplicação)

  • Promoções

  • Layout da loja

  • Alocação da força de trabalho

  • Entre tantas outras

Imagine que você se antecipe e consiga suprir sua loja com mercadorias de produtos com alta chance de ruptura, você garantiria suas vendas, deixaria o consumidor feliz por ter o que ele precisa e ainda teria receita.


Ou então que você use uma solução que indique a inserção de 20 itens específicos no tabloide ao invés dos 30 que você faz habitualmente, e que esses itens combinados alavancam a venda de outros 50 itens. Sem queima desnecessária de margem, aumento de vendas, ticket médio, venda por m2, etc.


E qual o melhor preço para colocar na gôndola, R$ 3,19 , R$ 4,09 , R$ x,xx ? Qual preço trará o melhor resultado? Esse preço varia por loja? Vale a pena seguir apenas o que a concorrência está fazendo?


Enfim, existe um mar de possibilidades, tenha em mente que as técnicas associadas para desenvolver todas essas e outras soluções de negócios, tem nos seus dados a matéria prima necessária para ajudá-lo a ser mais eficiente, seja no que for. Portanto, transforme seus dados em um ativo para o seu negócio.


Foi um prazer, até a próxima!

©2020 por Okapi.